TOC #04/05 da Weekly Shonen Sunday (2016)

Capa: Sayaka Yamamoto

Olá para vocês, pessoal do Fênix no Sekai. Aqui é o Diego Felipe e estou fazendo mais uma análise de TOC da Weekly Shonen Sunday. Será a última da Sunday em 2015, embora as TOCs já sejam equivalentes ao ano editorial de 2016. 

Antes de começar a análise imagino que muitos leiam as matérias mas ainda ficam com uma grande dúvida: o que vem a ser uma TOC? Bem, recentemente o Ivo lançou uma matéria explicando claramente o que é uma TOC. Você pode dar uma conferida para esclarecer algumas dúvidas clicando nesse link.

Ah, um aviso importante relacionado à análise de TOCs: a partir dessa TOC vou parar de considerar os mangás mensais, uma vez que eles estão sempre seguros nas TOCs e sua publicação irregular não conta de verdade. No entanto continuarei ranqueando Area D (embora seja uma obra privilegiada) e continuarei ranqueando Saike Matashitemo em seu retorno.
Bem, sem mais delongas, eis a TOC abaixo.
TOC #04/05 DA WEEKLY SHONEN SUNDAY (2016):
Sayaka Yamamoto (Capa)
Fureru to Kikoeru (Página Colorida Principal, Nova Série, 52 pg.)
Amano Megumi wa Suki Darake!! (Sem Rank, 2º Capítulo)
01. Major 2nd
02. Detective Conan
03. Dagashi Kashi
04. Be Blues!
Tenshi to Act!! (Página Colorida)
05. Nanoha Yougashi-ten no Ii Shigoto
06. Magi
07. Denpa Kyoushi
08. Hatsukoi Zombie
Birdmen (Mangá Mensal, 34 pg.)
09. Hayate no Gotoku!
10. Akatsuki no Tyrant
11. Kyoukai no Rinne
12. Charactimes Golden
13. Tokiwa Kitareri!!
14. Keijo!!!!!!!!
15. Joujuu Senjin!! Mushibugyo
16. Nippen!
17. Area D
18. Ane Log
– AUSENTE: Zettai Karen Children (retorna em breve), Ad Astra Per Aspera (mensal), Imawa to Kuni no Alice (mensal), Yugami-kun ni wa Tomodachi ga Inai (mensal)
– EM HIATO: Gin no Saji (retorna na TOC #09), Arata Kangatari (sem previsão de retorno)
A capa foi estampada pela cantora e idol japonesa Sayaka Yamamoto, integrante do grupo NBM48 e também do Time K da AKB48.
Nessa edição tivemos a estreia do mangá Fureru to Kikoeru, de autoria de de Honna Wakou, responsável também por Nozoki Ana e Nozo x Kimi (spin-off de Nozoki Ana). De acordo com a editora Shogakukan será “um mangá de romance que irá entristecer seus corações”.
Página Colorida: Fureru to Kikoeru
Além do novato Fureru to Kikoeru quem ganhou página colorida foi Tenshi no Act!!. Interessante ressaltar que a obra está perto de completar um ano de publicação e vai conseguindo se manter com estabilidade no plantel da revista.

Página Colorida: Fureru to Kikoeru

Vale lembrar que o mangá Amano Meguni wa Suki Darake!! está apenas em seu segundo capítulo e portanto ainda não está sendo ranqueado. Por outro lado essa edição foi o primeiro ranqueamento do mangá novato de pingue-pongue Nippen!, cuja situação vou falar mais abaixo (bem mais abaixo pra ser exato).
Página Colorida: Fureru to Kikoeru

Bem, vamos agora às posições ranqueáveis.

TOP 10:

01. Major 2nd: As vendas de seu terceiro volume chegaram a vender pouco mais de 220 mil cópias e é bem provável que passe ou ao menos se aproxime das 300 mil cópias vendidas. São números altíssimos para o padrão da Weekly Shonen Sunday que é muito baixo, levando em conta que a maioria das obras vende em média 20 mil volumes por cópia.

02. Detective Conan: Conan dificilmente vai aparecer fora das três primeiras colocações. Vale lembrar que seu 20º filme de animação, Meitantei Conan: Jyunkoku no Nihtmare, será lançado nos cinemas em 16 de Abril de 2016.
03. Dagashi Kashi: Seu quarto volume foi lançado recentemente e vendeu pouco mais de 54 mil cópias, um bom número considerando a média de vendas dos outros mangás do plantel e o fato de ser um gag mangá. O anime vai estrear em 07 de janeiro e, caso esse anime consiga causar um boost nas vendas do mangá, há boas chances da obra vender 100 mil cópias por volume.
04. Be Blues!: Após uma passagem pelo bottom na TOC passada o mangá volta ao Top 10. A obra vende por volta de 40 mil cópias por volume, um bom número para a estabilidade do mangá. Há a torcida para que ganhe anime mais pra frente (embora caso isso ocorra ainda vai demorar um pouco).
05. Nanoha Yougashi-ten no Ii Shigoto: O mangá de comédia novato de Tamiki Wakaki, mesmo autor de The World God Only Knows, vai agradando o público japonês e se firmando na revista. A obra chegou a pegar uma primeira posição na TOC #34 de 2015, além de ter ficado em segundo lugar em outras cinco oportunidades.
06. Magi: Apesar da queda das vendas e popularidade Magi ainda é um dos principais mangás da Shonen Sunday atualmente. Entrou recentemente no início de seu arco final, o que significa que Magi vai acabar em não muito tempo.
07. Denpa Kyoushi: A situação de Denpa continua tranquila. O anime foi bem de audiência (o que possibilita uma segunda temporada) e o mangá segue agradando seus leitores. Em suma: situação estável e normal.

08. Hatsukoi Zombie: Ainda é cedo pra dizer que esse novato será um sucesso. Mas pelo menos em seu começo está indo bem. Pode não ter conquistado nenhuma posição muito alta mas pra quem foi ranqueado pela primeira vez fora do Top 10 é um começo até que estável.


09. Hayate no Gotoku!: Apesar de ter aparecido no bottom na TOC passada a situação da obra segue normal. É um mangá veterano e com mais de 500 publicados e ainda continua satisfazendo o público. Vale lembrar que o autor Kenjiro Hata também vai conseguindo emplacar o mensal Ad Astra Per Aspera.

10. Akatsuki no Tyrant: O novato vai conseguindo se manter no Top 10, o que é um bom sinal. Mas ainda é cedo para dizer que o mangá será um sucesso, pois é preciso esperar as vendas do primeiro volume e também será preciso que a obra continue mantendo a boa recepção do público para ir se firmando.

MEIO DA TABELA:

11. Kyoukai no Rinne: Seu 28º volume estreou vendendo apenas pouco mais de 18 mil cópias por volume e a média total de vendas é de aproximadamente 35 mil cópias por volume, dentro da média de vendas dos principais volumes. Vale lembrar que o anime receberá uma segunda temporada em abril, após o êxito em audiência da primeira temporada.

12. Charactimes Golden: O mangá é uma verdadeira montanha russa nas TOCs… Às vezes pega posições no Top 10 e às vezes aparece no bottom. Mas o mangá está em uma situação tranquila. A obra, continuação do gag mangá Charactimes, continua divertindo os leitores da Weekly Shonen Sunday.

13. Tokiwa Kitareri!!: A média de vendas dos volumes de Tokiwa são de aproximadamente 70 mil cópias por volume, uma média muito boa para os padrões da Shonen Sunday, cuja maioria de seus mangás vende entre 20 a 30 mil cópias por volume.

BOTTOM:

14. Keijo!!!!!!!!: Diferente de Hayate não se recuperou do ranqueamento no bottom da TOC passada. Mas apesar das posições recentes muito baixas vale lembrar que a obra não fica muito acima nas TOCs na verdade. Apesar dos baixos ranqueamentos nesse início de ano o mangá ainda não está em situação de risco.

15. Joujuu Senjin!! Mushibugyo: Outro que começou o ano com o pé esquerdo, com uma queda de desempenho nas TOCs. Talvez os editores estejam ranqueando Mushibugyo mais abaixo por não botarem mais fé na rentabilidade da obra, pois seu anime já acabou e parece que não vai ter segunda temporada.

16. Nippen!: Primeiro ranking do novato. E parece que vai ser um fracasso, vide seus pré-rankings. Não é a primeira vez que o autor, Akira Ootani, lança uma obra na Weekly Shonen Sunday, onde já havia lançado Lost + Brain e Tour!.

17. Area D: O bottom é a rotina desse mangá… Não porque esteja sendo mal recepcionado. A obra é muito violenta para o público padrão da Sunday e acaba sendo voltada ao público mais maduro. Continua em segurança na revista e sem riscos de cancelamento, mesmo que a última vez que tenha ficado fora do bottom tenha sido na TOC #41 de 2015.

18. Ane Log: Realmente o rendimento do mangá nas TOCs tem ficado muito baixo… No ano editorial de 2015 a tendência era ficar mais para o meio da tabela mas agora vira e mexe está no bottom. Isso aumenta o risco da obra ser encerrada mais pra frente. Mas por enquanto a obra consegue ir se mantendo.


Bem, pessoal, essa foi mais uma análise de TOC da Weekly Shonen Sunday. A próxima como já expliquei só sai daqui a duas semanas. 
Até a próxima, pessoal. 🙂