Opinião Semanal de Mangas

Opinião Semanal de Mangas #2

Demorou mas saiu a Opinião Semanal de Mangas! Devido a alguns pequenos (grandes) imprevistos, que foram eu ter de trabalhar 3 dias nesta semana. Graças a isso o meu tempo para ler e escrever foi mais escasso, o que me fez não só atrasar o post 3 dias, como também a fazer comentários mais rasos (e também a capa do post :/), mas é o que se arranja, e também não queria adiar, se não ia entrar num ciclo negativo, tal como a Opinião Semanal de Animes, que não, ainda não é desta que vai sair… se tudo correr bem para a semana (o final do ano à de chegar e eu a dizer isto).

Para aqueles que não sabem, a “Opinião Semanal de Mangas” têm como principio objetivo comentar todos os capítulos de mangas que foram saindo ao longo da semana. Classificando-os também numa ordem de melhor/pior. Todos os comentários presentes têm como base a minha opinião pessoal. Sejam conscientes disso e no final se concordarem ou discordarem, comentem a vossa opinião em relação aos capítulos que leram, com a sua devida moderação.

Alguns pontos a ter em consideração:
– Muitos dos títulos presentes eu leio em espanhol, então tenham o devido cuidado para não levarem spoilers desnecessários;
– Mesmo que tenha dito acima que todos os capítulos seriam comentados, podem haver excepções pontuais a essa regra;
– O top completo vai estar no final do post;
– O post saem todos os Sábados.

10º – Amano Megumi wa Suki Darake! capítulo 121

E voltamos aos capítulos episódicos. Sendo este focado no uniforme de verão que não cabia há Amano.

Não há muito o que dizer, não achei particularmente engraçado este capitulo. E o motivo que fez girar o capitulo também achei um pouco irritante.

Não vou dizer ilógico, porque sem duvida que as mulheres se preocupam mais, em relação a uma peça de roupa lhes deixar de servir, em relação aos homens. Mas um rapariga de 16/17 se preocupar tanto com o uniforme do ano passado já não lhe servir, de novo, não digo que seja ilógico, mas que achei um bocadinho irritante de ver isso sim.

9º – Yuragi-sou no Yuuna-san capítulo 148

Agora eu começo a entender melhor o motivo deste arco, ao alinhar as peças.

O manga de Yuuna-san está neste momento na corda baba dentro da Jump. Ainda não está propriamente em risco de cancelamento, mas neste ritmo é questão de tempo. Sendo assim o autor já deve ter que começar a preparar o final do manga.

A coisa é que basicamente esse arco final deve ser a resolver o problema das memorias da Yuuna, e o final feliz com ela (porque sim, indubitavelmente vai ficar com a Yuuna, quer gostem quer não (eu também não gosto muito, mas é o que à).

A única coisa de mais significativo que ainda faltava era basicamente rejeitar a Chisaki. E esta foi a forma mais positiva que o autor conseguiu fazer. Não teve que rejeitar a Chisaki diretamente, mostrando até que há um possível futuro em que ela possa ficar com o protagonista. Mas basicamente é só isso, essa rota não vai ser abordada na pratica, tornando deste arco um prémio de consolação para a team Chisaki (e não digam que vão mal!).

Quanto ao capitulo, foi melhor do que eu esperava, não tendo seguido a pior caminho possível. Mas no final das contas continuei a achar aborrecido, tanto pelos vários motivos pessoais de não me relacionar positivamente com a personagem em foco, mas reconheço o valor positivo que o capitulo teve para a mesma. Tanto por ter sido meio “inútil”, como o próprio capitulo o diz no final.

E, pelos vistos, isto torna-se mesmo num arco de consolação

8º – One Punch-Man capítulo 146

Uma das coisas que melhores coisas que há em One punch-man são as lutas dos personagens secundários, já que dão alguma tensão ao contrario das do Saitama, que podem ser de certa forma épicas, mas não transmitem qualquer sensação de perigo.

Mas (retornando agora sim ao capitulo), as lutas dos ajudantes dos secundários já é querer abusar. O Iaian é um bom personagem, mas gastar 1 capitulo para a luta dele e dos companheiros já é demais. É que pouco interessa a alguém, mais serve para encher linguiça do que outra coisa.

7º – MOMO: the blood taker capítulo 3

Vou me abster de comentar este capitulo. Mas se o tivesse que descrever diria, que ouve mais fanservise do historia realmente. Mas finalmente conhecemos a heroína, a Momo (já sabemos a origem do titulo da obra), e mesmo eu a tendo achado fofa, tanto em aparência como em personalidade, a forma infantil como foi tratada (sem realmente se tentar impor), denegriu um pouco a imagem de uma vampira de 200 anos de idade..

Foi um capitulo decente, num geral. Mas esperava bem mais, ainda mais depois dos 2 primeiros capítulos, os quais dei as minhas primeiras impressões aqui.

6º – Ne0;lation capítulo 9

Ao contrario do que pode parecer esta primeira pagina, o manga acabou por voltar ao seu estilo meio bobo. Era algo que eu já esperava, no entanto não deixa de ser ligeiramente decepcionante.

No entanto, mesmo assim gostei do capitulo, pode não ter estado há altura dos últimos dois, mas foi até engraçado e apresentou um vilão com certo potencial (o Leming também o tinha, e depois viu-se o que lhe aconteceu). Quanto ao plot, parece mais do mesmo, com um final previsível, mas vamos ver o que pode ser o ultimo arco deste manga.

5º – Hinomaru Zumou capítulo 226

Bom capítulo de Zumou. Digo que só não foi melhor devido há velocidade do combate.

Eu entendo bem que o objetivo fosse deixar esta batalha o mais curta possível, demonstrando todo o crescimento que o Akihira teve como também uma boa batalha contra o Tennouji, depois do pequeno hype que tivemos com o Akihira a derrotar o Yokozuna (mesmo que fosse um treino).

Mas acho que eram necessários pelo menos 2 capítulos para isso. Ao ter ficado como apenas 1, pelo menos para mim, todo o background do Akihira demonstrado no capitulo ficou meio superficial, como também aquele Twist dele a quase a ser derrotado.

O contexto + o ritmo acelerado do capitulo, tornaram a cena muito óbvia. O que lhe tira parte do impacto, e do seu propósito.

Para além disso a luta devia ter tido um pouco mais de tatica e golpes, assim ficou bem curta, ficando um pouco abaixo do esperado. No entanto o final até que conseguiu fechar com um gancho interessante, sobre quem pode ser o vencedor. Mas mesmo assim acredito que seja o Tennouji o vencedor, para ter um maior hype da luta dele contra o Yokozuna. Se o autor não tivesse corrido tão depressa com a historia e desse um significado maior ao personagem, talvez eu ainda ficasse em duvida sobre qual dos dois podia vencer.

4º – Jigokuraku capítulos 47-48

Foram 2 capítulos interessantes com a luta do Gabimaru contra o Aza Chobe, mas preferi bem mais o 48.

Isso porque o 47, de certa perspectiva foi bem triste de ver, pois faltava claramente algo ao Gabimaru. Mesmo até agora ele usando vários tipos de técnicas, uns mais dignos que outros, ao menos ai eram técnicas com imponência e dignas de alguém forte, não as que usou no 47, usando as palavras do pequenote “é como uma luta de bestas”, e até esse tipo de lutas têm o seu próprio estilo carismático.

O que me deixou mais interessado do 47, na verdade foi a parte final, onde o Touma sobrestimou o Kenryuu e ainda levou para a boca dele, acabando até com um gancho para o seguinte capitulo.

Já o 48 ficou bem mais empolgante. Tanto na luta do Touma com o Kenryuu (ou seria mais correto dizer humilhação?), que ficamos a conhecer melhor tanto o estilo de luta como a personalidade do Touma, que só me deixou com mais vontade de continuar a ver-lo apanhar na boca xD

Estando armando e ainda assim levar na boca de um maneta desarmado. Sim, é humilhação, sem duvida.

A luta dos outros 2 também foi melhor neste capitulo. Tanto pelo estilo de auto-sacrifício do Gabimaru, se bem que ainda está longe da sua força máxima. Como também, por nesta repostada do Gabimaru, o Chobe estar a pagar a conta pela arrogância que teve até agora. Só que parece que ele ainda têm algo a mais a dizer, tendo o capitulo terminado com um bom gancho do Chobe a libertar o “modo berserk”.

Não tenho fé que o Gabimaru possa aguentar com isso, o mesmo precisou de entrar em “modo auto-sacrifício” para o conseguir igualar-lo, então ou esse modo berserk têm algum problema, ou então o Gabimaru recupera as memorias, também alguém pode interromper a batalha, mas acho menos provável.

3º – Jujutsu kaisen capítulos 47-48

Foram bons capítulos da continuação da luta contra a “Árvore”.

Mas achei bem melhor o 47, que foi com a Maki e o Fushiguro, isso por alguns motivos, sendo esses:

A utilização de estratégias de combate para conseguirem se manter contra um inimigo muito mais forte. Ser bem pé no chão, ou seja, mesmo usando essas estratégias continuarem a serem inferiores a ele. E ser bem dinâmica, com alguns pequenos twists que davam emoção há luta.

Este conjunto de motivos fez-me gostar muito do 47 isoladamente.

Já o que eu não achei tão bom no 48, com o protagonista e o musculado foi o seguinte:

Primeiro é que mesmo o inimigo sendo mais forte que os dois (o próprio o diz), os dois decidem continuar como se aquilo fosse um treino, e deixar o protagonista lutar a solo, tudo com o pretexto dele aprender a nova técnica, mas para mim essa desculpa é palha.

Outro coisa é continuar com aquela piada do melhor amigo, se bem que nem é tão mau, ainda têm a sua graça e utilidade, mas se continuar a abusar eventualmente irá perder a graça.

Por fim, é o protagonista dominar a tecnica. Nem ponho em causa a velocidade com que ele a aprendeu, mas sim que provavelmente com essa tecnica eles já vão conseguir dar a volta por cima de adversário que há partir seria extremamente forte.

Mas enfim, veremos como o autor irá desenvolver a luta a partir daqui.

2º – Haikyuu!! capítulo 340

Gostei muito do capitulo desta semana de Haikyuu, mesmo sendo simples.

Mas já nos apresentou tanto o pequeno gigante da equipa adversaria, como também o modo de jogo da mesma, sendo uma “muralha de ferro” 2.0. Também foi nos apresentado o capitão, dessa mesma equipa, e já gostei dele, já mandou aquele sarcasmo e sorrisão no final, só para tentar desmoralizar a Karasuno, veremos agora se não lhe sai o tiro pela culatra.

No entanto, mesmo o ritmo tendo sido até que rápido neste capitulo, não deve acontecer o mesmo nos próximos.

Já que o autor gosta bastante de dar um background a todos os personagens. Eu particularmente gosto disso, mas isso torna obviamente as partidas mais longas, o que acaba por desagradar algumas pessoas. Os 2 jogos anteriores a estes, foram até que rápidos, porque os personagens praticamente todos já tinham sido de alguma forma abordados e desenvolvidos ao longo da historia. Não sendo este o caso, os próximos capítulos devem ter um ritmo mais lento, com uma boa dose de flashbacks.

1º – Yakusoku no Neverland capítulo 124

Mesmo tendo sido um capitulo de pura falação, ainda assim foi um capitulo muito bom. As flutuações de humor, entre tensão e humor, criadas pelos novos personagens, achei muito bem feitas. E no final deste dialogo, a Emma é posta contra a parede, muito mais do que alguma fez foi.

Eu queria desenvolver mais, ainda mais sendo este o primeiro colocado, mas devido há falta de tempo vou ficar por aqui 😥

Ranking Completo

—————————————————— Fraco —————————————————-
10º – Amano Megumi wa Suki Darake! capítulo 121
—————————————————— Medíocre ———————————————
9º – Yuragi-sou no Yuuna-san capítulo 148
—————————————————- Decente ————————————————–
8º – One Punch-Man capítulo 146
7º – MOMO: the blood taker capítulo 3
——————————————————- Bom —————————————————–
6º – Ne0;lation capítulo 9
5º – Hinomaru Zumou capítulo 226
4º – Jigokuraku capítulos 47-48
3º – Jujutsu kaisen capítulos 47-48
————————————————— Muito bom ———————————————–
2º – Haikyuu capítulo 340
1º – Yakusoku no neverland capítulo 124

Confiram mais posts desta coluna aqui.

E dêem os seus comentários, do que acharam dos capítulos referidos, ou qualquer critica ou sugestão.